Segunda-Parte fantástica por parte da equipa encarnada.

A vontade e o querer de uma equipa campeã apareceu para os últimos 45min da partida ainda a tempo de trucidar uma das melhores equipas do nosso campeonato, com uma das melhores (senão a melhor) ideia/modelo de jogo da Liga NOS.

O triângulo Grimaldo-Zivkovic-Cervi com uma mobilidade fundamental para desbloquear o jogo, como já tínhamos previsto a seguir a lesão do Maestro Krovi AQUI, Zivkovic tem mais do que condições para colmatar a posição deixada pelo croata, a variabilidade de movimentos que oferece ao jogar do tetracampeão será bastante importante para desbloquear os jogos mais complicados que enfrentaremos daqui em diante até ao penta.

Em relação a Rafa, esperemos que saiba aproveitar a oportunidade de OURO que terá a sua frente! É um jogador simplesmente fantástico com um nível de execução técnica elevado associado a um jogo pensado e com uma rapidez estonteante. Problemas de finalização? Rafa, é um criador, procura em todas as suas ações aproximar a equipa do golo e isso sim deveria ser valorizado. Os seus problemas em colocar a bola nas redes adversárias terminarão assim que sentir a confiança do treinador encarnado e o seu papel na equipa a ganhar preponderância.

Uma palavra para o futuro capitão do glorioso, Rúben, que seja o primeiro de muitos que nos vais proporcionar na Catedral! A personalidade que demonstra na tenra idade que possui só nos pode indicar um caminho sorridente para o “miúdo”. (Ida ao Mundial??)

A inteligência/critério de decisão (R.Dias, Grimaldo, Zivkovic, Rafa, Jonas) que se está a acumular no 11 do Benfica (naturalmente, não por imposição) indica-nos um fim de época bastante  prometedor e com capacidade para apresentar um futebol extremamente positivo no que resta do campeonato, rumo ao PENTA.

Até Sábado, em Portimão!

Anúncios