O representante em Portugal da marca de equipamentos do Sporting, Hugo Miguel, acabou por apenas assinalar um  dos lances passíveis de grande penalidade porque, segundo fontes a que tivemos acesso, disse o próprio que “a bola não chegou a sujar nunca o equipamento leonino pois bateu sempre nos braços”, ou seja, não havia razão para punir o jogador do Sporting por andar a sujar os equipamentos da sua marca.

O golo do Sporting não foi invalidado desta vez, por ordem do árbitro Tiago Martins que foi o VAR de serviço. Segundo Tiago Martins o jogador do Sporting está de costas e por isso a parte “mais à frente” está perfeitamente em jogo. “O rapaz até teve que se virar, partiu em clara desvantagem…além disso foi só por um bocadinho…”.

goloSCP.png

Já o empurrão de Coentrão a Jardel dentro da área deixa dúvidas se o lance deveria ter sido ou não punido. Hugo Miguel diz que o empurrão seria motivo para penalty mas o pontapé que Coentrão dá no ar a Jardel é uma antecipação daquilo que costuma acontecer depois e que serve como incentivo para o jogador se levantar, vai daí, entendeu não marcar porque o pontapé teve, segundo o próprio, “nota artística”.

No lance da mão de Coentrão não foi assinalado penalty porque, segundo o representante em Portugal da marca dos equipamentos do Sporting, para além de não ter sujado o equipamento como referido anteriormente, Fábio Coentrão e Coates estavam apenas a jogar ao jogo “o último a levantar o braço tem que ficar no Sporting mais uma época” e pelo que podemos ver da imagem seguinte, a fava calhou a Piccini.

fabio-coentrao-penalti-new

Além do mais, citando Hugo Miguel, a posição do braço de Coentrão é perfeitamente natural como se pode ver por experiências anteriores evidenciadas na foto seguinte:

coentrao_penalti.jpg

Quando questionado pelo nosso jornaleiro sobre o facto de Piccini ter jogado com uma camisola de manga comprida por baixo do equipamento do SCP e se essa camisola também não seria da marca do árbitro, este apercebeu-se do erro e admitiu que a bola tocou claramente na camisola da marca que o árbitro representa e que o jogador devia ter sido punido por ter sujado o equipamento! Já no que diz respeito ao penalty, não interessa a parte da lei que fala em “make the body bigger”, pois o o italiano Piccini não percebe inglês e consequentemente essa regra não se aplica a ele.

Piccini.png

Razão tinha o ex-capitão do Sporting quando enviou a sua mensagem de motivação para a equipa leonina:

26220040_1726696114028421_2545646251273008779_n.jpg

Uma última nota para os adeptos anti-Benfica que acusam os adeptos do Benfica de festejar um empate em casa contra o Sporting. Parece-nos que não fomos nós a achar que o empate foi uma vitória…

ef791e3e-2558-433b-a03f-0eebce15509c.jpg

Como puderam ver aqui, o empate foi considerado um mau resultado. O que foi festejado foi o facto de termos marcado um golo ao minuto “oitchenta e otcho” e termos reposto 1/3 da verdade desportiva. É que sair derrotado do jogo de ontem é para nós o equivalente em “linguagem lagarta” a “não ganhar o campeonato há 16 anos”.

Já o de nos acusarem de sermos chorões, só se for porque efetivamente fomos prejudicados pelo responsável nacional da marca de equipamentos do Sporting, ou quem sabe porque temos vindo a chorar de alegria nos últimos 4 anos no Marquês ao invés de termos tentado ganhar 4 títulos de Campeão Nacional num só verão. O Atlético Clube de Portugal, que possui nas suas fileiras o título de Campeão de Portugal ganho pelo Carcavelinhos tratou de mostrar o troféu. Digam lá que não é igualzinho à taça de Campeão Nacional??

carcavelinhos.JPG

Ganhem juízo, para a próxima arranjem um árbitro e joguem à bola dentro do relvado porque é lá que se ganham títulos. Eu sei que o FCP vos disse o contrário, mas não acreditem, é mesmo lá dentro!

Abraços de um T3tr6campeão!

Anúncios