No final da época passada, na ressaca dos festejos do tetra, Rui Vitória desdobrou-se em entrevistas onde levantou por várias vezes a hipótese de um upgrade tático no Benfica versão 2017/18. Era a hipótese de vermos o Benfica com ideias novas.

Era também, para Rui Vitória, a hipótese de se desprender de ideias e sistema que vinha do seu antecessor, apesar de já ter passado 3 épocas.

As saídas de Ederson, Lindelof e Nélson vieram estragar os planos do mister ribatejano, mas não podemos esquecer que o improviso faz parte da vida de treinador, e foi aqui que falhou.

Manteve-se sistema e ideias que já estavam desgastadas, a jogadores que não tinham de todo as mesmas características dos que saíram.

Com todo o respeito nem Varela nem Júlio César têm a capacidade de jogar fora de área, de antecipar lançes funcionando como um líbero atrás da linha defensiva para não falar na capacidade de passe longo que o actual redes do Man City possuí.

Nem Jardel nem Lisandro têm a capacidade de ter bola que Lindelof tinha, não têm capacidade para dobrar os laterais tão bem como o sueco e essencialmente a concentração que o central do United possuí.

Quanto a A. Almeida, todos sabemos que nas últimas épocas sempre que substituiu um dos jogadores do onze o fez com a maior das entregas e do profissionalismo e sem grandes falhas. Contudo Almeida não tem capacidade para ser titular num Benfica que se quer campeão, ainda para mais pentacampeão! Para tapar buracos sim, para titular não, ainda para mais comparando com o seu antecessor titular da posição. Atualmente é só o titular da posição no Barça.

Resta saber, se sabíamos das saídas porque não acautelamos os seus substitutos? Ou Rui Vitória acreditava em Almeida, J. César e Jardel para substitutos e para continuar a ser campeão?

Ou não lhe foram dados os jogadores que pediu à direção?

Ou este ano teria como principal objetivo recuperar o passivo esquecendo o título de campeão?

E Svilar? E Douglas? 

E Rúben Dias, se tem qualidade porquê tanto medo em apostar no miúdo?

Até o lavar dos cestos é vindima. Que esta pausa para as seleções sirva de reflexão a Rui Vitória e toda a estrutura benfiquista.

Esperamos ansiosamente por um jogo do nosso Glorioso!

Anúncios